logo-mundo-de-parentalidade

sofrimento / 6 POSTS ENCONTRADOS

A importância da Falta de Maturidade na sociedade atual

Todos crescemos fisicamente, mas nem todos crescemos emocional e psicologicamente. E esta é uma realidade inquestionável dos dias de hoje. A imaturidade é uma epidemia das sociedades contemporâneas e encontra-se de tal forma disseminada que nem nos apercebemos dela. E digo mais: algures no passado passamos a aceitá-la como a norma e até a valorizá-la.

Qual é o verdadeiro significado do sofrimento? Para que serve?

por Márcia Carneiro
Acho que já todos bradamos um dia aos céus: porquê eu? Perante uma situação difícil, como a perda de algo ou alguém querido, é complicado não questionar qual a razão de ser do sofrimento. Porquê eu? Porquê a mim? O que fiz para merecer isto? Porquê é que isto me aconteceu? Neste texto faço uma reflexão sobre este tema. Confira!

Mãe desesperada, esposa revoltada, filha magoada: o mesmo desabafo!

por Márcia Carneiro
Eu sei que estou a exagerar. Eu sei que estou a agir como uma criança, como a criança que um dia fui e precisou de desenvolver estas estratégias, estas formas de atuar para sobreviver. Mas neste instante não há mindfulness que ajude, não há respiração ou mantras que impeçam o meu agir.

Amar. O que é verdadeiramente amar?

por Márcia Carneiro
Amar. O que é verdadeiramente amar? Não sei nem tenho pretensões de saber o que realmente é o amor em teoria, e duvido que alguém alguma vez o saiba com toda a certeza. Mas sei o que é para mim amar, o que acreditava que fosse, o que percebi que não era, o que senti ser para depois me enganar e o que sinto agora ser. Até um dia, ou quem sabe, para todo o sempre.

Relacionamentos perfeitos… até que o abismo se abre e nada mais parece igual

por Márcia Carneiro
Eu sempre invejei aqueles casais que se apaixonaram jovens e bem cedo começaram a tudo partilhar. Eu sempre me perguntei de onde vinha aquela harmonia perfeita, aquele encontro realizado no céu e respeitado na terra, aquela vida conjunta pacífica e compensadora. E finalmente encontrei a minha resposta. E por fim compreendo porque quase todos eles caíram, um dia, redondos no chão.

O que fazer quando o desespero é grande?

por Márcia Carneiro
Recentemente colocaram-me uma pergunta: “O que fazer quando o desespero é grande e não parece haver saída? Será que há alguma hipótese de algum dia me livrar desta dor e sofrimento? É que eu sinto que estou a sufocar cada vez mais e a perder o rumo por completo. Sinto-me completamente sozinha!” Pouco depois de me colocarem tal pergunta tive a oportunidade de ver o filme documentário “Princesa Diana: na primeira pessoa”. Recomendo-o a qualquer indivíduo que se encontre na mesma situação.