logo-mundo-de-parentalidade

relacionamentos amorosos / 5 POSTS ENCONTRADOS

5 sites para mulheres que são preciosos para o dia a dia

por Márcia Carneiro
Este post foi concebido para ajudar todas as mulheres casadas, companheiras ou namoradas através da indicação de sites que as ajudam a perceberem melhor os seus parceiros, a si mesmas e as dinâmicas próprias de um relacionamento amoroso. Espero que desfrute desta lista e aproveite ao máximo cada uma das minhas recomendações.

Relacionamentos amorosos: o que muda com a chegada dos filhos?

por Márcia Carneiro
A chegada de um filho pode mudar os relacionamentos amorosos previamente existentes. Muitas são as mulheres que se queixam dos seus companheiros após a maternidade. Eles não ajudam o suficiente, eles não as compreendem, eles parecem não fazer a sua parte no que à criação e educação de um filho diz respeito. Neste artigo explico o que acontece a um relacionamento amoroso após a chegada dos filhos. Mas atenção: pode não gostar do que vai ler.

5 filmes e 1 série de TV que todas as esposas devem ver

por Márcia Carneiro
Este post foi concebido para ajudar todas as esposas, companheiras ou namoradas a perceberem melhor os seus parceiros, a si mesmas e as dinâmicas próprias de um relacionamento amoroso. Para uma maior compreensão de tudo isto, ou para quem possua um desejo de aprofundar estes tópicos, partilho alguns filmes e 1 série televisiva com os quais me identifico.

5 Livros para as mulheres entenderem os relacionamentos amorosos

por Márcia Carneiro
Este post foi concebido para ajudar todas as mulheres casadas, companheiras ou namoradas a perceberem melhor os seus parceiros, a si mesmas e as dinâmicas próprias dos relacionamentos amorosos. Assim, partilho alguns livros com os quais me identifico. Espero que desfrute desta lista e aproveite ao máximo cada uma das minhas recomendações.

Os Relacionamentos também possuem passado

A forma como compreendemos e encaramos os relacionamentos (seguros, perigosos, eternos, fugazes, relaxantes, stressantes) é uma aprendizagem há muito realizada, é uma memória intrínseca e, como tal, presente no nosso corpo como uma verdade absoluta, nunca questionada e, inconscientemente, mil vezes comprovada.