logo-mundo-de-parentalidade

amor incondicional / 7 POSTS ENCONTRADOS

O lado negro do Amor: entenda o desvinculo defensivo

Hoje quero falar da defesa instintiva que mais destrói lares e famílias. Do instinto de defesa que nos leva a deserdar filhos, a abandonar pais e até a assassinar cônjugues. Hoje quero abordar o lado negro do Amor. Hoje quero falar-vos do desvinculo defensivo, a defesa do desespero, a defesa que surge quando todas as outras falharam, a defesa que antecede a catástrofe quando não é compreendida e bem abordada.

O que é o Amor para um bebé?

por Márcia Carneiro
Quem conhece o poder de ser incondicionalmente amado na sua infância e adolescência será um adulto feliz, resiliente, facilmente adaptável e capaz de atingir os seus sonhos ou deixá-los ir na mais pura paz, vivendo o instante presente com alegria e entusiasmo independentemente do que esteja a acontecer nesse mesmo momento.

Descubra porque A Vida é Bela é o filme que todos os pais deviam ver

por Márcia Carneiro
A Vida é Bela de Roberto Benigni é um filme de referência no mundo da parentalidade. Porquê? Porque constitui uma ode à vida e ao amor incondicional. E apresenta Guido (Roberto Benigni) como um pai que nos ensina o que realmente é estar à altura do que um filho precisa, sejam quais forem as circunstâncias ou contexto.

Quem sou eu se me amar e aceitar tal como sou?

Quem sou eu sem a validação dos outros? Quem seria eu se não estivesse tão dependente de validação externa? Não sei, ainda lá não cheguei. Primeiro tenho que me perguntar: “O que me impede de oferecer a mim própria amor e aceitação incondicionais? Qual é a história, a interpretação, a fantasia que bloqueia o meu caminho?”

Quem sou eu sem a validação dos outros?

por Márcia Carneiro
Um pensamento que me tem perturbado nos últimos tempos é: “Quem sou eu sem a validação dos outros? Quem seria eu se não estivesse tão dependente de validação externa?” Nunca antes me tinha apercebido do papel que a necessidade de validação desempenha na minha vida.

Se este fosse o teu último dia na terra quais os valores pessoais que gostarias de deixar aos teus filhos?

Um dia colocaram-me a questão que escolhi como título deste artigo. E esta foi a minha resposta: Se este fosse o meu último dia na terra, os 3 principais valores pessoais que gostaria de deixar à minha filha seriam paz interior, felicidade e fé. Descobre porquê neste post.

O desafio da Maternidade: esta é a minha história

Quando a minha filha nasceu o meu mundo mudou. Mas não como tinha sido anunciado. Quando a minha filha nasceu eu percebi que nunca na minha vida me tinha sentido tão incompetente, tão desadequada, tão fora do meu elemento. Nunca na minha existência tinha tido tanta vontade de fugir. Nunca na minha presença na terra tinha sentido tanto medo.