logo-mundo-de-parentalidade

A importância de ler histórias para crianças e contos infantis

A investigação científica é bastante unânime nesta questão: ler histórias infantis aos nossos filhos apresenta inúmeras vantagens para o seu desenvolvimento saudável.

 

Num mundo cada vez mais dominado pela tecnologia há muito que a prática da leitura de livros para crianças tem vindo a diminuir. Numa sociedade e cultura onde o tempo é um bem precioso e em que o trabalho parece nunca acabar são muitos os pais que caiem na tentação de perder a tradição de ler um livro aos seus descendentes antes de dormir.

Mas será apenas o hábito que se perde? Ou poderemos estar a comprometer o desenvolvimento saudável dos nossos bens mais preciosos? Se dá por si a debater-se com esta questão, então não perca este artigo.

Ler histórias para crianças e contos infantis ajuda no desenvolvimento

A investigação científica é bastante unânime nesta questão: ler histórias infantis aos nossos filhos apresenta inúmeras vantagens para o seu desenvolvimento saudável.

Neste artigo vou focar-me nos 3 benefícios que me parecem mais prementes e, inclusivamente, percussores de todas as outras vantagens apresentadas pelos numerosos estudos e especialistas da matéria:

1 – Ajuda a criar as fundações para a maturidade emocional

Ao longo deste século XXI, o papel das emoções tem ganho um novo destaque no que diz respeito ao sucesso, resiliência e felicidade dos seres humanos. O papel e importância da Inteligência Emocional no sucesso dos indivíduos surpreende os cientistas, mas é já uma realidade inegável face à imensidão de estudos que sistematicamente o comprovam. Amadurecer emocionalmente é tão ou mais importante que crescer intelectualmente ou fisicamente no que à nossa saúde e felicidade futura diz respeito.

E os livros podem ocupar um lugar primordial e incontestável no desenvolvimento emocional de qualquer ser humano.

São as emoções que comandam o comportamento. São elas que movem a criança para ser cautelosa, carinhosa, cuidadosa, empática, resiliente, curiosa, criativa, emergente, independente e muito mais. Todas as características que desejamos num filho existem dentro de si e têm o seu potencial de ser expressas se ele sentir, reconhecer e for capaz de identificar a emoção certa.

A Inteligência Emocional, e todos os seus maravilhosos resultados cognitivos e comportamentais, não podem ser ensinados. Não existe nenhum atalho para a maturidade emocional. Contudo o seu desenvolvimento pode ser fortemente facilitado pela forma como criamos um filho.

A leitura de livros que apelem às emoções, livros que ajudem a criança a aprender o nome dos diversos sentimentos e a reconhecê-los em si própria, a exprimir o que vai no seu interior, a normalizar as emoções mais vulneráveis e a sentir essas mesmas emoções num mundo que não é a sério (na segurança de uma história que não é real) promovem o desenvolvimento da Inteligência Emocional num mundo que tende a castrá-lo em mil outras formas.

2 – Desenvolve a literacia do seu filho

A um nível estritamente pragmático podemos dizer que ler é bom para os nossos filhos, pois desenvolve o seu cérebro e promove as suas capacidades de alfabetização. Maryanne Wolf, no seu livro Proust and the Squid: The Story and Science of the Reading Brain deixa bem claro porque tal acontece. Segundo esta autora, a aprendizagem da leitura começa logo em bebés, sempre que um Pai conta uma história. E quanto mais vezes uma criança se sentar num colo carinhoso e seguro para partilhar o prazer de ouvir um conto infantil, maior será a sua capacidade de leitura posterior.

 

A promoção da literacia de um indivíduo através da escuta de histórias na sua infância é particularmente importante durante os seus primeiros 5 anos de vida. A criança que é frequentemente exposta ao prazer de escutar um conto clássico ou atual, ao mesmo tempo que observa figuras vibrantes e coloridas, começa lentamente a perceber que as linhas presentes nas páginas constituem letras, as letras formam palavras, as palavras originam histórias que podem ser lidas vezes sem fim.

Estas crianças tendem a chegar à escola com uma bagagem superior no que diz respeito ao conhecimento das palavras e ao entendimento dos seus significados, o que lhes irá proporcionar uma forte vantagem no mundo da educação.

3 – Transmite a nossa cultura

A cultura é essencial ao bom funcionamento de uma sociedade, pois é através dela que os valores e princípios morais tendem a ser passados de geração em geração. A cultura proporciona-nos uma sensação de pertença, um sentimento de segurança e uma orientação sobre quem somos e o propósito da nossa existência neste mundo.

No passado partilhávamos a mesma cultura com todos aqueles que nos circulavam, fosse na escola, no parque da cidade, no restaurante local ou no mercado. Todos ou quase todos se conheciam e, de certa forma, cuidavam uns dos outros.

Na atualidade vivemos numa sociedade cada vez mais globalizada. Os nossos horizontes já não são mais o limite da nossa aldeia ou país, mas todo o mundo. E embora tal possa parecer um paradoxo, como consequência sentimo-nos cada vez mais sozinhos, inseguros e até perdidos. A nossa família nuclear é cada vez mais pequena e os nossos vínculos funcionais cada vez mais reduzidos. Parece que vivemos num mundo sem ordem ou propósito, pois tais eram os atributos de uma cultura forte e intacta.

A escolha dos livros certos pode ser uma ótima forma de compensar esta perda de família alargada. Livros que nos falam sobre os rituais de conexão, as relações entre irmãos, os rituais de passagem que um indivíduo experiencia até à idade adulta, o papel dos avós, a importância dos sentimentos e a linguagem do coração, entre muitos outros tópicos, servem para transmitir os valores da nossa cultura e, desta forma, a sua ordem e sensações de pertença e orientação.

Voltemos às questões anteriormente colocadas. Será que é importante ler histórias para crianças e contos infantis aos nossos filhos? A queda acentuada desta prática entre os pais contemporâneos implica, simplesmente, a perda de uma tradição ou pode ter consequências mais sérias, comprometendo inclusive o desenvolvimento daqueles que são o futuro de amanhã?

Ler histórias para crianças e contos infantis aos nossos descendentes é de primordial importância para a sua felicidade, sucesso e realização futuras. Promove a sua inteligência, cognitiva e emocional, e ajuda-os a descobrir quem são e o qual o seu papel neste mundo cada vez mais caótico.

 

Share this article

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *