logo-mundo-de-parentalidade

A importância das histórias antes de dormir para as crianças

O momento de partilhar um conto, por si só, é já um momento de ligação e estreitamento de vínculos. A criança está perto de nós e pode sentir-nos com todos os seus sentidos. Paralelamente, nós estamos perto dela, numa partilha carinhosa e que aquece o coração, o que derrete um pouco o nosso cansaço e nos faz redescobrir a nossa paciência.

 

Apesar de vivermos numa sociedade que promove em excesso a virtualidade e os aparelhos tecnológicos, acredito que cada vez mais a leitura de histórias para crianças antes do sono é extremamente benéfica. No entanto, muitos pais e mães ignoram a importância das histórias para as crianças, sobretudo na fase antes de adormecerem.

A magia das palavras, a busca e compreensão dos seus significados e dos sonhos sugeridos pelas mesmas fazem parte das vantagens proporcionadas pelas histórias. Contudo, com a predominância dos telemóveis e tablets, cada vez mais progenitores têm-se afastado desta prática, que pode ter efeitos a curto, médio e longo prazo.

Existe inclusive um livro assinado pela escritora infanto-juvenil Ana Rapha Nunes cuja narrativa realça como contar histórias para as crianças antes de dormir tem caído em desuso na nossa sociedade. A obra, intitulada A noite chegou… e o sono não vem, visa explicar como a imaginação infantil tem grande potencial, valorizando ainda a conveniência da introdução do universo literário para o desenvolvimento das crianças.

Neste artigo pretendo, por isso, explorar a importância de contar e ler histórias às crianças, de modo a estimular, incentivar e promover a leitura de livros antes de dormir.

Noutro artigo já me debrucei sobre a importância de ler histórias para crianças ou contos infantis aos nossos descendentes, independentemente da hora que o fazemos.

Neste post focar-me-ei apenas na importância de o fazer na hora de dormir.

A hora de ir para a cama é, como muitos pais o testemunham, um momento complicado e difícil para os nossos pequeninos. Salvo algumas exceções, a maioria resiste intensamente ao momento de fechar os olhos e simplesmente adormecer.

Para nós adultos, tantas vezes privados de sono e com um desejo profundo de dar o dia por terminado e relaxar um pouco, tal comportamento por parte dos nossos filhos parece-nos estranho, incompreensível e até desafiante.

O que nós não percebemos é que para os nossos pequenos príncipes e princesas a hora de dormir é um momento de separação. O momento de adormecer é o momento de dizer adeus a tudo o que é conhecido, palpável e seguro e de entrar num mundo novo, imprevisível e desprotegido.

E como se tudo isto não fosse já suficiente para criar resistência, a hora de colocar os nossos filhos a dormir é, para muitos de nós, o fim da linha de um dia exaustivo e frustrante. O que faz com que por muito bem-intencionados que sejamos em mantermo-nos calmos e carinhosos, geralmente acabamos por perder a paciência e ser mais bruscos que o habitual, causando, desta forma, uma ainda maior sensação de separação e insegurança nos nossos descendentes.

 

Como poderá, então, não assustar a hora de ir dormir?

O poder libertador das histórias antes de dormir

A melhor forma de ajudar os nossos filhos nessa hora é retirar o foco da separação e colocá-lo na conexão. E é aqui que ler uma história antes de dormir adquire um outro significado e uma importância adicional.

O momento de partilhar um conto, por si só, é já um momento de ligação e estreitamento de vínculos. A criança está perto de nós e pode sentir-nos com todos os seus sentidos. Paralelamente, nós estamos perto dela, numa partilha carinhosa e que aquece o coração, o que derrete um pouco o nosso cansaço e nos faz redescobrir a nossa paciência.

A criança entra num mundo de fantasia que pode levar consigo para os sonhos. As imagens do livro, as emoções sentidas e a voz e cheiro de quem conta a história promovem a continuação na hora de adormecer, criando uma ponte entre o mundo real e o dos sonhos e, assim, diminuindo fortemente a sensação de separação.

Por último, mas não menos importante, quero ainda frisar que a leitura da história correta permite aos nossos filhos libertarem-se das emoções acumuladas durante o dia e cuja falta de expressão pode estar a dificultar o momento de adormecer.

Nós, adultos, conhecemos bem o poder de chegar ao fim do dia com uma preocupação, algo importante por dizer ou uma frustração ainda não partilhada com quem amamos. Tira-nos o sono e a capacidade de dormir tranquilamente. Então, porque haveria de ser diferente com as nossas crianças?

Com a escolha da história certa, para a qual eles gravitarão naturalmente, possibilitamos aos nossos filhos a oportunidade de sentirem a emoção que trazem presa num ambiente seguro e não real, no mundo da fantasia e da brincadeira, e, assim, processá-la e deixá-la para trás. O sono que se segue é, consequentemente, de mais fácil entrada e muito mais tranquilo.

Sim, vivemos num mundo que nos possibilita inúmeras alternativas para entreter os nossos filhos na hora de adormecer, como a televisão e o Ipad. Mas todos esses aparelhos promovem a estimulação e não o relaxamento e expressão do que vai cá dentro, acções tão necessárias a um sono tranquilo e reparador.

Numa sociedade que vive a um ritmo alucinante, as nossas crianças chegam à noite mais cansadas do que as de outras gerações. Mas o remédio continua a ser o mesmo: a leitura de uma história que fomenta o vínculo permite a expressão das emoções acumuladas e promove uma continuidade entre o mundo real e o dos sonhos. Para além de todas as outras vantagens que ler uma história para crianças ou conto infantil aos nossos filhos lhes trás.

 

Share this article

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *