logo-mundo-de-parentalidade

Gravidez / 15 POSTS ENCONTRADOS

Gostava que alguém me tivesse visto

por Márcia Carneiro
Não sei muito bem como começar este texto. Não tem início nem tem fim o que quero partilhar. É pessoal e ao mesmo tempo profissional. É uma dança, uma verdadeira dança, pelo que simplesmente me vou permitir bailar. Gostava que alguém me tivesse visto quando estava grávida. Verdadeiramente visto, perscrutado para além da armadura que usava como defesa e que recentemente aprendi a amar.

Cuidado com os especialistas de parentalidade

Muito é dito sobre parentalidade. Muito nos é transmitido sobre como educar os nossos filhos, como os criar, o que fazer para eles se transformarem em seres humanos emocionalmente saudáveis e realizados. E o que não fazer, perante o risco de os incapacitarmos para a vida. E nós, o que pensamos? O que nos dizem os nossos instintos?

Qual é a minha missão enquanto Doula?

por Márcia Carneiro
Com a aprendizagem da Doulagem, e outros trabalhos interiores, eu finalmente percebi que é seguro existir sem ter de mudar nada, sem ter que tentar ser algo que não sou, sem ter que estar constantemente a adaptar-me para merecer ser amada. E é isto que quero oferecer como Doula.

Amo-te Ana Margarida, que escolheste não nascer

Amo-te Ana Margarida, minha filha linda que escolheste não nascer. Vou-te amar continuamente, sem medos nem porquês. Amo-te, Ana Margarida, para sempre e mais além. E vou amar-te eternamente.

Desafios da Maternidade, Tempos de Dificuldade: Então e eu?

A parentalidade é um processo de transformação, tanto mais profundo e radical quanto mais intensa é a nossa imaturidade e mais reprimidas estão as nossas sombras. Felizmente, mais por sorte do destino do que propriamente por escolha própria, eu decidi quebrar a continuidade da herança e enfrentar os demónios, viver a transformação. Saiba como neste post.