logo-mundo-de-parentalidade

Felicidade / 16 POSTS ENCONTRADOS

Uma mulher é muito mais que um vestido

por Márcia Carneiro
O nosso ego pode ser arrebatador, criado a partir estratégias de sobrevivência e adaptação requintadas e extremamente. Tal como um vestido exclusivo, deslumbrante e de um estilista bem famoso. Mas tal como uma mulher é muito mais que um vestido, nós somos muito mais que o nosso ego.

Tens a certeza que sabes o que é Ser Feliz?

por Márcia Carneiro
O que é Ser Feliz? Para mim ser feliz é sentir alegria, prazer, serenidade. É sentir-me viva e completa no momento presente, no instante a ser experienciado. Mas para mim, ser feliz, foi durante décadas uma ilusão. Durante quase quarenta anos raramente me senti feliz, quase nunca me senti realizada. E isto quase desde que me lembro de mim. E tu? Sentes-te feliz? Consegues ser feliz?

O que é que queres? Tens a certeza que o sabes?

por Márcia Carneiro
O que é que queres? Parece uma pergunta fácil de responder, mas acreditem que não é. O que é que queres para a tua vida? O que é que queres de um relacionamento? O que é que queres para os teus filhos? Mal escutamos as perguntas surgem, logo, mil cenários, pelo que é difícil compreender como é que pode ser difícil responder-lhes. Mas é.

Onde estão os teus limites?

por Márcia Carneiro
A questão crucial em cima da mesa, após a minha filha nascer e em todo o meu relacionamento, foi e é: “Onde estão os teus limites? Como os defines, defendes e comunicas? Onde estão as tuas fronteiras pessoais? És capaz de as implementar ou esperas que os outros as adivinhem?”

Os Relacionamentos também possuem passado

A forma como compreendemos e encaramos os relacionamentos (seguros, perigosos, eternos, fugazes, relaxantes, stressantes) é uma aprendizagem há muito realizada, é uma memória intrínseca e, como tal, presente no nosso corpo como uma verdade absoluta, nunca questionada e, inconscientemente, mil vezes comprovada.

O que é que eu quero do meu companheiro?

Como é que alguém pode perceber o que eu preciso se eu não o pedir e informar? Como é que alguém há de me conseguir ver, escutar e compreender se eu não mostro o meu verdadeiro ser? E eu? Sou capaz de ver, escutar e compreender o meu companheiro? Estou a começar, a aprender, a sincronizar.