logo-mundo-de-parentalidade

Emoções / 33 POSTS ENCONTRADOS

Finalmente descobri que o meu Porto Seguro é o meu Corpo

por Márcia Carneiro
A minha natureza altamente sensível fez de mim um recetor perfeito para toda e qualquer sensação de perigo. Paralelamente, as vidas de quem me protegia não foram propriamente fáceis, pelo que os seus medos e sombras eram muitos e eu cedo assumi-os como meus. Mas recentemente tudo mudou. Finalmente encontrei um porto de segurança, um farol de paz e luz: o meu corpo.

Quem sou eu se me amar e aceitar tal como sou?

Quem sou eu sem a validação dos outros? Quem seria eu se não estivesse tão dependente de validação externa? Não sei, ainda lá não cheguei. Primeiro tenho que me perguntar: “O que me impede de oferecer a mim própria amor e aceitação incondicionais? Qual é a história, a interpretação, a fantasia que bloqueia o meu caminho?”

Alguma vez pensaste como queres nascer como Mãe?

por Márcia Carneiro
O meu bebé nasceu numa cesariana marcada com antecedência e com direito a anestesia geral. Não por minha escolha, mas por impossibilidades reais de ter um parto normal. Mas a verdade é que quando me começaram a falar da probabilidade de ter de ser uma cesariana eu senti algum alívio e desejei que o cenário não mudasse. O que eu não sabia, pelo menos ainda, é que não há como fugir da nossa verdadeira natureza.