logo-mundo-de-parentalidade

Crescimento Pessoal / 47 POSTS ENCONTRADOS

Confira 4 Lojas Online para Mulheres viverem em plenitude

por Márcia Carneiro
Neste artigo quero sobretudo celebrar o facto de cada mulher é um ser humano único e com desejos e necessidades próprios antes de ser mãe ou esposa. Apenas na sua celebração muitas mulheres percebem que é tão importante tratar delas próprias como dos filhos, companheiro e restante família. Por isso mesmo hoje partilho 4 lojas online para mulheres que ajudaram no meu crescimento e acredito que serão ao seu também.

5 Livros para Mulheres que desejam celebrar a sua identidade única

por Márcia Carneiro
É nos relacionamentos que amadurecemos. E é nos desafios colocados pelo criar dos filhos e desenrolar de um matrimónio que muitas vezes descobrimos quem somos. Mas para isso precisamos de estar dispostas a assumir a nossa responsabilidade em cuidar de nós, em amarmo-nos. Por isso mesmo partilho neste post 5 livros para mulheres que têm sido essenciais ao meu crescimento e acredito que serão ao seu também.

A experiência de nascer e renascer: estou grávida!

por Márcia Carneiro
Não me lembro de um único dia em que tivesse sentido verdadeiro prazer na gravidez. Quando não parecia um pesadelo ou uma vergonha (sim, para mim estar grávida fazia-me sentir envergonhada, embora sem saber porquê) afigurava-se simplesmente como surreal. Não, esta não era a minha vida, não era possível que estivesse a experienciar tal existência, será que já era hora de acordar?

Entenda porque os sentimentos são a expressão consciente das emoções

por Márcia Carneiro
Os sentimentos amadurecem-nos. Sentir faz-nos crescer, psíquica e emocionalmente. Sentir é parte imprescindível de desenvolvermos todo o nosso potencial humano e vivermos uma vida feliz, plena de sentido e realização. Os sentimentos são a expressão consciente das emoções, as pontas visíveis dos icebergues que representam todo o nosso mundo emocional.

O Poder da Prolactina: porque nunca me apeteceu atirar a minha filha pela janela?

por Márcia Carneiro
A razão pela qual eu nunca quis atirar a minha filha pela janela fora poderá ter sido bem simples. Poderá ter sido uma questão hormonal: o efeito da Prolactina, a hormona responsável pela produção de leite. Enquanto a mulher amamenta a Prolactina mantém-se alta, por isso, é também conhecida como a hormona da maternidade carinhosa, sendo responsável pelos instintos protetores maternais.

Conheça agora 5 filmes notáveis recomendados para todas as mulheres

Neste artigo quero sobretudo celebrar o facto de cada mulher corresponder a um ser humano único e com desejos e necessidades próprios antes de ser mãe ou esposa. Considero essencial festejarmo-lo e não apenas relembramo-lo. Por isso partilho 5 filmes que têm sido essenciais ao meu crescimento e acredito que serão ao seu também.

Dia e noite, luz e escuridão: São momentos. São complementos.

Há dias em que me sinto quebrada. Partida em mil pedaços e sem esperança de recuperação. E no crepúsculo sinto-me completa. Perfeita na minha essência e sem nada precisar de mudar. Dia e noite, luz e escuridão. Faces da mesma moeda. Partes do mesmo todo. Beleza e Emoção.

A Adolescência tardia e a importância da escolha da Profissão

O que mais me incomoda no viver uma Adolescência tardia é a incerteza do meu trabalho futuro, de não saber bem qual será o meu ganha-pão. Tenho um sonho e almejo conquistá-lo. Acredito que numa sociedade de adultos que se fizeram prontos para ela através da socialização, quem escolheu acolher a individualização está em vantagem na escolha da profissão.

Desabafos de uma adolescente de segundas núpcias

Não sei quem sou porque sou adolescente. E ser adolescente é nada saber e tudo sentir. Há mais de vinte anos que fujo da adolescência, da verdadeira adolescência, daquela que nos faz ser nós, realmente nós, a nossa própria estrela polar e a nossa razão de viver. Fujo, falho, fujo, falho, fujo, falho. Hoje chega. Hoje não mais.

O lado negro do Amor: entenda o desvinculo defensivo

Hoje quero falar da defesa instintiva que mais destrói lares e famílias. Do instinto de defesa que nos leva a deserdar filhos, a abandonar pais e até a assassinar cônjugues. Hoje quero abordar o lado negro do Amor. Hoje quero falar-vos do desvinculo defensivo, a defesa do desespero, a defesa que surge quando todas as outras falharam, a defesa que antecede a catástrofe quando não é compreendida e bem abordada.