logo-mundo-de-parentalidade

Ansiedade / 10 POSTS ENCONTRADOS

Louca, esquizofrénica, psicótica? Ou sou simplesmente adolescente?

por Márcia Carneiro
Sinto-me inacabada. Como se uma parte de mim nunca tivesse nascido ou então se tivesse perdido pelo caminho que é a vida. Procuro-a desesperadamente, faço tudo para a encontrar e temo que tudo o que vou conhecer é o fracasso, para sempre, para todo o eternamente.

O que é a Ansiedade: para que serve e como combatê-la?

Eu própria conheço bem a problemática da ansiedade a um nível pessoal. Correção: fiz no passado. No presente ainda a experimento, mas já não me debilita mais. Porquê? O que mudou para mim? Continue a ler para perceber a forma como o combate à ansiedade mudou a minha vida e pode também transformar a sua.

Confusão e Dissonância: Sinais de Amadurecimento

Como posso eu querer sair com os amigos e ficar em casa ao mesmo tempo? Como me é possível amar e odiar o mesmo ser em simultâneo? Enquanto escuto Gordon Neufeld falar do sétimo ritual de passagem da Adolescência – Confusão e Dissonância – não consigo deixar de pensar como um simples conceito pode mudar uma vida inteira.

O que é Ansiedade? E, afinal, de onde vem? Descubra agora!

Diversos estudos reportam a alarmante realidade de que 1 em cada 5 a 8 menores apresenta as características requeridas para um diagnóstico de ansiedade infantil, transformando esta na diagnose mais comum entre as crianças de hoje. Mas de onde vem toda esta ansiedade? É genética? É um ciclo vicioso, uma bola de neve que se alimenta conforme rola?

Ansiedade na Gravidez: 10 sugestões para a reduzir

por Márcia Carneiro
Quando uma mulher grávida fica tensa, ansiosa ou receosa, as hormonas do stress libertadas na sua corrente sanguínea atravessam a placenta em direção ao bebé. Este irá experimentar uma tensão igual à da mãe. Se se está a perguntar como pode então proteger o seu bebé dos desconfortos da sua própria ansiedade, continue a ler.

Germes ou Alarme? Porque adoece a minha filha?

por Márcia Carneiro
Não sei se alguma vez se depararam com o desespero de ter um filho nos braços, permanentemente doente, e vocês sem saberem mais o que fazer para o ajudar. Eu sei. E se você também o sabe então não lhe deve ser estranha a pergunta: “Porque é que a minha filha está sempre doente?"

Hoje todas as minhas feridas sangram, todas as escaras estão abertas

por Márcia Carneiro
Hoje todas as minhas feridas sangram. Hoje todas as escaras estão abertas e se fazem sentir. É o medo de o meu marido não voltar. É o medo de ele voltar, mas não inteiramente. Será que vou ter de voltar atrás? Será que a vida me vai derrotar? E, por fim, é o mais importante, a razão de tudo ser. É a minha filha que não quero estragar.

Escolho sentir. Não há de me matar, mas sim salvar-me!

por Márcia Carneiro
Eu costumava achar-me inadaptada, fraca, defeituosa, alienígena. Eu costumava auto agredir-me com palavras e pensamentos depreciativos, ser, mesmo, uma especialista em auto abuso emocional. E um dia tudo mudou. Um dia eu percebi que o que me “matava” era a minha mente e nada mais. E hoje escolho sentir.

Quem sou eu se me amar e aceitar tal como sou?

Quem sou eu sem a validação dos outros? Quem seria eu se não estivesse tão dependente de validação externa? Não sei, ainda lá não cheguei. Primeiro tenho que me perguntar: “O que me impede de oferecer a mim própria amor e aceitação incondicionais? Qual é a história, a interpretação, a fantasia que bloqueia o meu caminho?”

Quem sou eu sem a validação dos outros?

por Márcia Carneiro
Um pensamento que me tem perturbado nos últimos tempos é: “Quem sou eu sem a validação dos outros? Quem seria eu se não estivesse tão dependente de validação externa?” Nunca antes me tinha apercebido do papel que a necessidade de validação desempenha na minha vida.