logo-mundo-de-parentalidade

Os benefícios da Música para o desenvolvimento das crianças

A música ajuda a criança a amadurecer, física e emocionalmente. E permite-lhe desenvolver ao máximo todas as suas potencialidades, humanas e individuais.

 

Sabe quando é que o seu filho começa a ouvir? E imagina qual a importância da música para as crianças? Então, leia este artigo e descubra quais os benefícios da música para o desenvolvimento motor, intelectual, social e emocional dos seus descendentes.

A música apresenta uma enorme relevância na vida de praticamente todos os seres humanos, pois utiliza uma linguagem universal perceptível em todo o mundo. É uma forma globalizada de comunicar que permite transmitir não só palavras, conteúdos e pensamentos, mas igualmente emoções.

As crianças não são exceção. Na sua grande maioria gostam e apreciam escutar canções e, sobretudo, vibrar com harmonias e ritmos. Assim acontece desde o nascimento e essa ligação ajuda ao desenvolvimento do futuro bebé, criança, adolescente e adulto.

Os pais são os principais responsáveis para que assim seja, já que muitas vezes utilizam a música como uma técnica para distraírem, acalmarem ou até adormecerem os filhos (por exemplo, com canções infantis).

Contudo, o facto de muitos pais desconhecerem o real impacto da música no desenvolvimento psicológico dos seus filhos pode inibi-los de aproveitar as vantagens que esta proporciona, a vários níveis.

De facto, inúmeros estudos comprovam que a Música:

– Melhora a coordenação motora

– Desperta a sensibilidade e a criatividade

– Ajuda a criança a comunicar

– Promove o trabalho em grupo

– Aumenta a autoestima

– Potencia a aprendizagem do alfabeto, de ritmos, etc.

Em suma, a música ajuda a criança a amadurecer, física e emocionalmente. E permite-lhe desenvolver ao máximo todas as suas potencialidades, humanas e individuais.

Quais os benefícios da Música para o amadurecimento das crianças?

As estruturas celulares que permitem a audição encontram-se já bem desenvolvidas no fim do primeiro trimestre de gestação. Vários estudos confirmaram que entre as semanas 18 e 20 de vida fetal o bebé é já capaz de escutar sons vindos do meio ambiente e interagir com eles. O que demonstra que o sentido da audição possui um papel importante e bem precoce no desenvolvimento do individuo.

 

Diversos cientistas de várias áreas têm-se debruçado sobre o papel da música no desenvolvimento da criança. E descobrirem que esta pode potenciar este mesmo desenvolvimento a vários níveis, dos quais destacamos o motor, intelectual, social e emocional.

Desenvolvimento motor

Está provado que ouvir música promove o desenvolvimento da motricidade grossa e fina. Crianças que são livres de explorar o mundo e os seus corpos ao som de diversos ritmos diferentes apresentam uma melhor coordenação motora e uma maior sensibilidade para a noção do seu corpo no espaço. Futuros adultos que aprendem a tocar um instrumento, ou apenas fingem fazê-lo nas suas brincadeiras enquanto escutam melodias, apresentam um desenvolvimento acelerado no que toca às tarefas finas, como segurar corretamente o lápis ou comer com talheres.

Desenvolvimento intelectual

Diversos estudos demonstraram que crianças que tocam um instrumento musical ou simplesmente apreciam o prazer de escutar música com regularidade e brincar sob a sua influência, apresentam melhores resultados académicos. A aprendizagem cognitiva, particularmente no campo da memória, do espaço e dos raciocínios lógico e abstrato, mostra-se mais fácil e desenvolvida nas crianças que têm aulas de música ou apenas a escutam com frequência e liberdade.

Paralelamente, investigações recentes no campo da neurologia sugerem que a música não só expande os canais neuronais como potencia a ligação entre os dois hemisférios cerebrais.

Desenvolvimento social

Os jovens que escutam música em conjunto parecem demonstrar melhores capacidades de interação e até comunicação entre si. Aparentemente apresentam uma maior capacidade de respeitar o tempo e a vontade do outro, compreender o seu ponto de vista, perceber as regras de sociedade e agir em conformidade, serem disciplinados e menos egoístas. Tudo isto facilita o desenvolvimento social.    

Desenvolvimento emocional

A experiência de emoções diferentes conforme a música que toca no momento é bastante visível nos bebés, que tendem a permanecer mais calmos quando expostos a melodias serenas e mais alerta quando o ritmo é mais acelerado.

A música facilita a experiencia e expressão de emoções e sentimentos, assim como a capacidade de os conhecer, compreender e discernir.

Tudo isto é de vital importância para o desenvolvimento físico e emocional saudável do futuro adulto, atrevendo-me mesmo a afirmar que é através da facilitação do papel das emoções no amadurecimento do ser humano que todos os benefícios anteriormente descritos se desenvolvem.

Em suma, a música possui um papel crucial na vida do ser humano e, mais especificamente, no desenvolvimento das crianças.

Partilhar uma dança com um filho, pegar-lhe ao colo enquanto nos movemos ao som da música ou simplesmente juntar-se a ele nos seus movimentos livres e quase sempre divertidos, promove não só o vínculo como todas as vantagens descritas acima.

Promova o gosto pela música desde cedo e de forma informal e descontraída e dê o exemplo.

Muitos cientistas recomendam, ainda, um envolvimento mais formal com o mundo da música, através de aulas e estudo de um ou vários instrumentos musicais, como forma de beneficiar ainda mais profundamente da música, em vários níveis de desenvolvimento.

 

Share this article

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *