logo-mundo-de-parentalidade

Ansiedade na Gravidez: 10 sugestões para a reduzir

Se sentir que a ansiedade ou qualquer outro tipo de alteração de humor começa a interferir com a sua rotina diária, procure ajuda especializada.

 

As alterações de humor são comuns na gravidez. O corpo da gestante está sujeito a inúmeras mudanças que afetam o seu estado emocional. E a ansiedade gestacional é algo a que muito poucas mulheres conseguem escapar.

Paralelamente, a vida não para. O stress com que vivemos não desaparece só porque carregamos um filho no ventre. Pelo que à ansiedade característica da gravidez junta-se a resultante da vida diária, mais ou menos acentuada conforme o perfil ansioso da mulher em questão.

Quando uma mulher grávida fica tensa, ansiosa ou receosa, as hormonas do stress libertadas na sua corrente sanguínea atravessam a placenta em direção ao bebé. Este irá experimentar uma tensão igual à da mãe.

Se se está a perguntar como pode então proteger o seu bebé dos desconfortos da sua própria ansiedade, continue a ler.

Em primeiro lugar, seja tolerante consigo mesma. Gerar, parir e criar um filho são experiências novas e que irão alterar a sua vida para sempre. O surgimento de alguma ansiedade é espectável e até saudável.

Em segundo plano, experimente uma das sugestões partilhadas a baixo. De preferência pratique várias. Verá como a sua ansiedade cai a pique, melhorando a sua qualidade de vida e proporcionando ao seu bebé o melhor começo de vida que alguém poderia desejar.

10 Sugestões para reduzir os efeitos prejudiciais da ansiedade na gravidez

1 – Quando der por si a sentir-se mais ansiosa, pare e concentre-se na sua respiração. Inspire e expire de forma prolongada e lenta. Conecte-se consigo mesma e com o seu bebé.

2 – Disponha todos os dias de algum tempo para descontrair tranquilamente, escutando música suave, realizando visualizações guiadas ou simplesmente fazendo o que lhe dá mais prazer.

3 – Faça caminhadas que lhe permitam entrar em contacto com a natureza.

 

4 – Pratique algum tipo de exercício diário.

5 – Dormite um pouco quando se sentir cansada.

6 – Faça banhos de imersão de aromoterapia.

7 – Honre as transformações que está a experienciar e encontre uma forma de se acarinhar.

8 – Comunique as suas dúvidas, necessidades e medos ao seu companheiro, família, amigos, doula, profissional de saúde que a acompanha ou qualquer outra pessoa que a saiba escutar e fazer sentir segura.

9 – Aponte diariamente o que sente num diário.

10 – Pratique ioga e/ou medite.

Se sentir que a ansiedade ou qualquer outro tipo de alteração de humor começa a interferir com a sua rotina diária, procure ajuda especializada.

 

Share this article

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *